terça-feira

Bolo de maçã

Doces e bolos que levem maçã, para mim, ficam quase sempre fantásticos! Este faço habitualmente mas desta vez fiz para a minha irmã levar para o trabalho, porque fez anos no sábado e queria partilhar um bolo com as colegas. Ficou com um aspecto de quem fugiu da guerra mas não se iludam, porque estava bom como sempre... vou explicar porque é difícil que fique com melhor aspecto - a receita do bolo eu vi no blog da Joana Roque, As minhas receitas, e levava 2 ovos, mas eu faço sempre com 3 ovos; fica mais difícil de cozer e molhado no meio (que eu adoro).




Ingredientes:
(adaptado de "Chocolate&Zucchini" de Clotilde Dusoulier)

3 maçãs, descascadas e descaroçadas, cortadas em fatias
canela para polvilhar
3/4 chávena de açúcar
3 ovos (para o fazerem como deve ser ponham só 2)

1/2 chávena de manteiga ou margarina, derretida
1/2 chávena de farinha
1 colher de chá de fermento
uma pitada de sal fino

papel vegetal, se necessário


Liga-se o forno a 180ºC. Unta-se com margarina e polvilha-se com farinha, uma forma de bolo sem buraco com laterais amovíveis.
No fundo da forma de bolo colocam-se as fatias de maçã, que se polvilham com a canela. Reserva-se.
Batem-se bem os ovos com o açúcar e junta-se a manteiga ou margarina. Mexe-se bem. Juntam-se todos os outros ingredientes e deita-se este creme na forma, por cima das maçãs. Leva-se ao forno por mais de 40 minutos, até passar o teste do palito. Se a parte de cima começar a ficar dourada/cozida e o interior ainda estiver crú, põe-se por cima um pedaço de papel vegetal. Quando retirar do forno, deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.

:-)

domingo

Lasanha Vegetariana

Lasanha é um prato que sempre gostei. Quando deixei de comer carne comecei a experimentar lasanhas vegetarianas nos restaurantes e continuei a adorar. Mas, por achar o processo de cozer a massa em placas muito aborrecido, não tinha por hábito cozinhá-la em casa... Mas, ao ver uma lasanha da Nina, do blog Na Cozinha da Nina, inspirou-me! E depois de saber que já não se tem de cozer a massa porque já há massa pronta nos supermercados (já deve haver há anos mas eu andava na ignorância!), fiquei entusiasmada e fiz esta lasanha que me soube mesmo bem! A repetir... :-)



Ingredientes:
Azeite
1 cenoura, sem pele, cortada aos pedaços pequenos e finos                                           
1 mão cheia de ervilhas congeladas
1 mão cheia de pimento vermelho, cortado em pedaços pequenos
2 mãos cheias de cogumelos congelados marca Continente (sortido), partidos em pedaços
1 courgete, descascada, cortada em pedaços pequenos
1 alho francês, a parte branca, às fatias finas
1 colher de sopa de molho de soja
1 chávena de Molho de tomate, feito com cebola, alho e tomates (que tinha congelado)
2 chávenas de Molho bechamel, feito em casa (pode ser de compra)
Placas de lasanha fresca, marca Continente (nas prateiras perto dos queijos)
Queijo ralado, q.b.


Ligar o forno a 190ºC.
Saltear todos os legumes num pouco de azeite, até amaciarem. Juntar o molho de tomate e temperar com molho de soja. Apurar um pouco. 
Num pirex coloque tudo em camadas (cobrindo sempre toda a superfície), pela seguinte ordem:
Um pouco de molho bechamel para cobrir o fundo, folhas de lasanha, metade do estufado de legumes, folhas de lasanha, bechamel, folhas de lasanha, outra metade do estufado de legumes, folhas de lasanha, bechamel, queijo ralado.
Vai ao forno a acabar de cozer a lasanha e a corar.

:-)


quinta-feira

Sabiam que...? II

Penso que nunca falei aqui mas, eu adoro embalagens e muitas vezes as guardo a pensar em futuras utilizações e novas funções para as mesmas coisas.
No outro dia comemos um esperregado pré-cozinhado (congelado), da marca Continente, para acompanhar uns rissóis... mas a embalagem era diferente! por dentro o esperregado vinha dividido em 4 compartimentos separados para que se pudesse utilizar só a quantidade desejada; retirar da embalagem foi muito fácil e prático; o Pedro disse que pareciam couvetes e que se podiam usar...; gostámos tanto da embalagem que a lavei com cuidado e a guardei.


Mais tarde comecei a pensar que tinha de salvar 4 tomates maduros que estavam há uns dias na fruteira, e resolvi fazer um molho de tomate para congelar, não fossem os tomates apodrecer... 

Refoguei em azeite 2 cebolas e 5 dentes de alho, bem picadinhos; Pelei em água a ferver os 4 tomates e piquei-os também, com sementes e tudo; Temperei com sal aromatizado e deixei apurar um pouco; Passei com a varinha mágica e distribuí pela embalagem velha, agora acabadinha de reciclar. Uma não chegou, por isso ainda coloquei num pirex de congelação o resto. Quando arrefeceu coloquei película aderente e congelei.


Agora, quando precisar, posso retirar um dos compartimentos para uma pizza ou vários compartimentos para outro cozinhado que precise de mais quantidade de molho de tomate...

Que acham da ideia?
:-)

terça-feira

Trifle de Morangos

Fiz este Trifle de Morangos para o meu irmão, quando ele fez 45 anos agora em Maio, porque ele prefere doces de colher a bolos.
Claro que não foi só para ele... nós também nos deliciámos... Este doce com 3 sabores é FANTÁSTICO e vale mesmo a pena experimentar. Vi a receita n'Os Temperos da Argas, que o tinha visto n'As Receitas lá de Casa, que se tinha inspirado no blog da 3Bruxinhas... 
Já viram como os labirintos da blogosfera nos levam a passear?  :-)



Ingredientes:

1 bolo de limão, ou outro à escolha (para a próxima faço com bolo de iogurte), desfeito com as mãos em pedaços
1 Kg de morangos, lavados, sem pés e cortados aos pedaços
1 lata de leite condensado
2,5 medidas (medida = a lata de leite condensado) de leite meio gordo
2 colheres de sopa de farinha maizena
6 gemas
1 limão, o sumo
100 ml de água
80 g açúcar


Faça o bolo antes de preparar o doce, ou no dia anterior, e desfaça-o com as mãos, em bocados não muito pequenos. Reserve.
Arranje os morangos e reserve alguns para enfeitar.
Numa panela misture o leite condensado, o leite, as gemas mexidas e a maizena e leve a lume médio-brando, mexendo sempre, até engrossar um pouco. Retire do lume e continue a mexer mais um pouco. Deixe arrefecer e reserve.
Leve ao micro-ondas uma taça com a água, o sumo de limão e o açúcar, para obter uma calda.
Numa travessa grande (eu coloquei numa taça onde costumo pôr os mousses e foi muito pequena) coloque todos os ingredientes por duas ou três camadas, pela seguinte ordem:
1 camada de bolo, regar com calda de limão, 1 camada de morangos, 1 camada de creme. Repetir as camadas e decorar com morangos.
:-)

domingo

Sêlo Sunshine Award 2011

Hoje venho agradecer à C.C. do blog Simples e Saboroso e à Carla do blog O Meu Tempero, por se terem lembrado de mim quando receberam e tiveram de distribuir o sêlo SUNSHINE AWARD 2011.


Este sêlo tem regras e funciona como uma corrente... Contudo, eu sou um pouco alérgica a correntes... 
Volto a agradecer às amigas C.C. e Carla (Coisas Minhas) terem-se lembrado de mim mas, não consigo fazer correntes, ainda para mais que as amigas que eu me lembrei logo de nomear, ou já receberam o sêlo, ou também são alérgicas a correntes.
Peço humildemente as minhas desculpas por não cumprir todas as regras (duas cumpri - escrever um post sobre o assunto e agradecer às amigas que me enviaram o sêlo), esperando sinceramente não ofender ninguém.

Adoro os vossos blogs, adoro ter-vos como minhas visitantes, e vou continuar a visitar-vos.
Espero que não fiquem aborrecidas comigo.

Um grande abraço a todas,
Magda

quarta-feira

Omelete com coentros

Andei anos a tentar fazer boas omeletes, até que vi no YouTube o Jamie Oliver a explicar as suas técnicas. Afinal não é assim tão difícil e agora já gosto de fazer. Esta fiz para o Pedro, não fosse ele fã incondicional de coentros...


Ingredientes:

2 ovos batidos
1 colher de chá de manteiga
ketchup
mostarda
2 colheres de sopa de queijo ralado
1 colher de sopa de coentros picados
sal fino
sementes de Chia e manjericão, para enfeitar

Numa frigideira anti-aderente, leve a lume médio-baixo a manteiga a derreter. Deite os ovos ligeiramente batidos e com a ajuda de uma espátula vá ajudando a descolar do fundo. Quando começar a ficar mais cozido deixe de mexer e deite por cima do ovo dois fios de ketchup e mostarda, só no centro, ao comprimento, como se desenhasse o diâmetro. Junte o queijo e os coentros também na parte central e tempere com uma pitada de sal fino. Não pode ficar tempo de mais ao lume - se necessário retire do lume e volte a colocar de forma a controlar melhor a cozedura lenta. Quando a omelete ainda estiver um pouco húmida em cima mas cozida em baixo, dobra-se os lados para o centro, com a ajuda da espátula.
Enfeitei com sementes de chia e manjericão. Tudo se comeu.

Nota: Quanto mais pesados forem os temperos e ingredientes, mais difícil é trabalhar a omelete, daí dizer para colocar os ingredientes mais na zona do centro.

:-)

segunda-feira

Espetadas de fruta

Este fim-de-semana não sabia muito bem o que levar para um almoço na casa da mãe do Pedro porque não tinha muito tempo e também por haver sempre muita variedade de doces e entradas. Lembrei-me então de levar fruta com uma apresentação mais bonita. 


Ingredientes:

Bananas descascadas
Morangos lavados, sem caule
Maçãs descascadas
Kiwis descascados

Chocolate de culinária em barra
Leite
Margarina de culinária

Palitos de madeira para espetadas (à venda nos supermercados)


Corte as bananas, as maçãs e os kiwis em pedaços médios, de forma a não partirem quando os furar. Os morangos ficam inteiros. Espete nos palitos as frutas alternando as cores, como mostra na foto.
Leve a lume médio alguns pedaços de chocolate com um pouco de leite e margarina mexendo sempre, até conseguir uma consistência cremosa e homogénea. Se necessário rectifique de leite. Com uma colher, verta um pouco deste creme de chocolate sobre a fruta e sirva imediatamente. Não corte a fruta muitas horas antes para não oxidar.

:-)

sexta-feira

Lasanha de atum e ananás da Mariana, ou serão Francesinhas?

Cá em casa, quando estamos os dois sozinhos sem miúdas, não temos horas para nada e gostamos de comer petiscos, experimentar pratos novos ou inventar na cozinha. Mais uma vez eu tinha andado a passear pelo blog Na cozinha da Mariana e tinha ficado com a ideia de uma lasanha feita com pão, que só me fez lembrar as francesinhas por ter pão, muitas camadas e molho por cima. Num dos últimos fins-de-semana acordámos tarde e quando nos deu fome, liguei o computador e fui espreitar novamente a receita... fui para a cozinha e tentei imitar... Só tenho a dizer que vamos repetir!! Ficou deliciosa, é facílima de fazer e é uma refeição leve. Obrigada Mariana por teres partilhado!



Ingredientes:
(para 2 pessoas)
4 fatias de pão de forma sem côdea
azeite de boa qualidade
1 tomate fresco sem pele e sem sementes
sal fino
1 lata de atum ao natural
1 lata pequena de ananás, sem a calda (3 rodelas)
oregãos secos
Ketchup
2 fatias de queijo flamengo
Queijo ralado
1 emb. pequena de molho bechamel


Ligue o forno a 180ºC.
Num pirex pequeno de ir ao forno, disponha 2 fatias de pão de forma, regue com azeite e oregãos. Por cima coloque o tomate em fatias finas e tempere com um pouco de sal fino. Depois as fatias de queijo, por cima o atum, rodelas de ananás, ketchup e uma parte do molho bechamel. Torne a cobrir com as outras 2 fatias de pão, deite o restante bechamel e polvilhe com queijo ralado. Leve ao forno a gratinar.

:-)

quarta-feira

Jardineira de Soja

Esta é uma alternativa vegetariana que substitui os nutrientes da carne e que fica deliciosa. É uma receita que fica muito económica. Só devem ter em atenção que têm de espremer bem a soja e que a soja absorve a água, por isso eu falo tanto na água no refogado.  :-)


Ingredientes:
(para 4 pessoas)
Azeite de boa qualidade
1 cebola grande, picada finamente
3 dentes de alho, picados finamente
3 colheres de sopa de polpa de tomate
1 colher de chá de massa de pimento
2 mãos cheias de soja aos cubos
4 batatas médias, descascadas e cortadas aos pedaços
3 cenouras médias, descascadas e cortadas aos pedaços
um copo de água da cozedura das cenouras
meio copo de vinho branco
1 colher de chá bem cheia de sopa instantânea Knorr de tomate (guarde o restante para outros temperos)
sal aromatizado (ou sal, pimenta e nós-moscada)
3 colheres de sopa de salsa picada


Coloque a soja de molho em bastante água morna durante meia hora ou até esta estar mole. Esprema-a bem com as mãos e reserve. Lave e corte todos os legumes como diz na lista de ingredientes. Coza as cenouras numa panela com água e um pouco de sal de maneira a ficarem quase macias. Reserve a água de cozedura.
Numa panela deite azeite até tapar o fundo e leve a cebola e o alho a refogar até ficarem macios. Junte um pouco da água de cozer as cenouras se estiver a secar. Adicione a polpa de tomate e a massa de pimento e deixe refogar ligeiramente. Junte a cenoura, as batatas e a soja. Tempere com um pouco de sal aromatizado e a salsa picada. Numa taça, coloque a sopa em pó e dilua com o vinho branco e a água de cozer as cenouras. Junte ao cozinhado. Rectifique de água se achar necessário. Deve ficar com molho.
Deixe cozinhar tapado, em lume médio, mexendo de vez em quando, até a batata estar cozida e o molho apurado.
:-)

terça-feira

Saltitando de blog em blog - Tasted memories

Hoje venho aqui para vos mostrar um blog que eu cusco com muita regularidade e que penso que vão gostar de visitar. O blog da Zizy é alegre e tem receitas simples e muito boas, como se quer...

:-)

segunda-feira

Salada deliciosa com sementes de Chia

Esta salada foi criada por mim e pelo Pedro para mais um almoço leve e tardio de fim de semana... Adorámos.
As sementes de Chia que colocámos no molho não têm sabor mas pelo que parece é muito bom usar em tudo o que não vá ao lume. Tomei conhecimento destas sementes no blog da Mariana, Na cozinha da Mariana. Não deixem de ir espreitar o que ela leu sobre estas sementes e que partilhou connosco. Eu comprei numa ervanária aqui de Leiria.



Ingredientes:
(para 2 pessoas servindo como refeição ou para mais se servir como entrada)
2 a 3 mãos cheias (em crú) de massa espiral de várias cores, cozida em água e sal
2 ovos cozidos, descascados e cortados aos pedaços
8 a 10 folhas de alface lavada e bem escorrida
2 mãos cheias de milho doce, descongelado
8 barrinhas de delícias do mar, descongeladas e desfiadas
4 fatias de queijo flamengo aos pedaços

Para o molho:
1 iogurte natural sem açúcar
1 colher de sopa de mostarda
1 colher de sobremesa de ketchup
2 colheres de sopa de maionese
1 colher de sobremesa de molho de soja
2 colheres de sobremesa de sementes de Chia

Prepare todos os ingredientes seguindo as indicações da lista de ingredientes. A massa e os ovos devem arrefecer. Numa taça misture muito bem todos os ingredientes para o molho.
Junte tudo numa saladeira, misture e sirva sem esperar muitas horas para que a alface não murche. Se quiser preparar com antecedência, guarde no frio e junte a alface só na hora de servir.

:-)

domingo

Folhadinhos de salsicha

Hoje partilho convosco uma ideia muito divulgada nos blogs de culinária e que por esse motivo achei que não valia a pena "postar" mas, ontem foram devorados tão depressa pelos amiguinhos da Mariana na festa de aniversário dela que, achei que era melhor colocar aqui, mesmo que só sirva para um dia não cair no meu esquecimento...
A primeira vez que vi esta ideia (de tão simples, não lhe chamo receita) foi no blog da Joana, As minhas receitas, já há muito tempo...
Já devem ter reparado que eu não como nem cozinho carne, mas estes folhadinhos de salsicha fazem as delícias dos miúdos, por isso abro a excepção.

Ingredientes:
1 lata de salsichas cocktail Nobre (salsichas mini)
1 massa folhada redonda de compra, fresca
1 gema de ovo
1 colher de sobremesa de leite

Ligue o forno a 180ºC.
Abra a massa folhada e não deite o papel fora. Com a ajuda de um cortador de pizas, corte a massa em triângulos, fazendo cortes em todo o comprimento máximo da massa (diâmetro), passando sempre pelo centro, e dividindo sempre até que cada triângulo fique aproximadamente do tamanho de uma salsicha mini, na sua base maior.  De seguida coloque uma salsicha na base maior de cada triângulo e enrole até chegar ao fim do triângulo (vértice oposto). A imagem mostra como ficam os triângulos e como se posiciona a salsicha. Os folhadinhos ficam com aspecto de croissants pequeninos.
Coloque o papel vegetal que vinha com a massa no tabuleiro de ir ao forno e os folhadinhos por cima.
Misture bem a gema com o leite e pincele os folhadinhos com esta mistura.
Leve ao forno até estarem corados e cozidos (aproximadamente 10 a 15 minutos).

:-)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...